Notícias

Ansiedade: saiba quais são as consequências que podem ocorrer no organismo


Memória
A adrenalina e o cortisol servem para preparar o indivíduo para reações, mas os ansiosos têm a concentração afetada, o que é um fator de risco para Alzheimer. Além disso, pode haver um colapso nervoso.

Fígado
A ansiedade faz com que aumente a glicose no sangue, para o corpo ter mais energia. Porém o órgão produz mais insulina e, na ansiedade fora do normal, isso pode desencadear uma diabetes tipo 2 aos predispostos.

Musculatura
Outra reação de fuga é a tonificação dos músculos. Porém, se o corpo fica tensionado sem necessidade, pode causar dores nas costas, nas pernas e nos ombros, além de pequenos tiques nervosos.

Coração
Enquanto quem lida bem tem apenas mais sangue circulando, para os ansiosos a liberação de adrenalina no corpo causa hipertensão, podendo provocar infartos.

Estômago
Enquanto que para alguns a digestão continua normal, na ansiedade em excesso causa gastrite nervosa, que não apresenta alterações no estômago mas pode ocasionar dores e incômodo.

Pele
O normal é que o suor aumente para refrescar o corpo e aliviar a tensão. Mas, após períodos longos de estresse e ansiedade, a pele pode apresentar lesões, caso da psoríase.

*Reportagem, redação e edição de texto Nathalie Ayres | Infográfico: Luiz Perez Lentini | Coleção Viva Saúde Especial Ansiedade | Ed. 9 | Adaptação Kelly Miyazzato.

Fonte: Revista Viva Saúde


« Voltar